Amazon Fire TV Stick

Conheça o Amazon Fire TV Stick

O Amazon Fire TV Stick Basic Edition chegou no final de 2017 ao Brasil como uma alternativa ao Google Chromecast para “transformar a TV em smart”. O desafio do novo dongle (como são chamados esses aparelhinhos) é grande: afinal, a alternativa do Google já funciona bem e acumulou bons reviews ao longo do tempo.

Amazon, porém, tem cartas na manga bem interessantes: controle remoto, independência de celulares e a presença do app do Amazon Prime Video. Confira no review os prós e contras e descubra se o aparelho vale o preço de R$ 289.

Especificação

amazon fire tv stick - Conheça o Amazon Fire TV Stick

O Amazon Fire TV Stick Basic Edition traz 1 GB de RAM e 8 GB para armazenamento interno. Mas, agora, o processador é um quad-core MediaTek de 1,3 GHz (contra um dual-core do primeiro modelo) acompanhado da GPU Mali-450 MP4. Para conectividade há Bluetooth 4.1, Wi-Fi 802.11ac e porta HDMI. A porta micro-USB serve apenas para alimentação.

Os vídeos podem ser reproduzidos em 1080p, 60 fps e áudio Dolby Digital Plus de até 7.1 canais. O dispositivo conta com mais de 4.000 aplicativos de serviços e atualmente a plataforma está disponível quase no mundo todo, o que ajuda a explicar o alcance global do Fire TV Stick Basic Edition.

Design

O design externo – da carcaça, por assim dizer – é bem básico. O aparelhinho é um retângulo com corpo de plástico que cabe na palma da mão. Tem, em um dos lados, uma entrada microUSB para energia e do outro uma saída HDMI, que deve ser plugada na TV ou monitor.

Não tem a aparência mais sofisticada do mundo, mas esse não deve ser um ponto decisório na hora da compra. Afinal, durante a maior parte da interação com o sistema, você muito provavelmente sequer vai chegar a ver o corpo do Fire TV Stick, que fica escondido, na parte traseira do televisor.

Amazon Fire TV - Design

Apesar disso, a Amazon acertou em cheio no design de um acessório que vem da caixinha do Stick: o controle remoto. Ele é pequeno, minimalista e extremamente funcional. A solução da Amazon se mostrou superior à navegação com controle de boa parte dos sistemas de Smart TVs por aí.

O controle é muito simplificado e tem curva de aprendizado baixa, mesmo para aqueles não tão familiarizados com aparatos tecnológicos. Isso só é possível por causa do próximo ponto, outro acerto da Amazon: o sistema operacional, que falaremos à frente.

Desempenho e Funcionalidades

A grande vantagem do Amazon Fire TV Stick frente à concorrência está na independência. Ele é um dispositivo pronto para uso, basta plugar na TV e executar um rápido passo a passo de configuração.

Ao contrário do Chromecast, ele não precisa de um smartphone associado para controlá-lo: os aplicativos são instalados diretamente nele, que conta com 8 GB para armazenamento de arquivos. Não é muita coisa, mas foi suficiente para os programas mais usados como a Netflix, Amazon Prime Vídeo e vários jogos.

Aliás, falando em jogo: como o Fire OS tem base no Android, a biblioteca de games disponível é basicamente formada por títulos que já vimos nos nosso celulares.

Vale ressaltar que o sistema operacional do Fire TV Stick é bem redondo. Em certa medida, a disposição dos apps no menu principal lembra a interação em cards da própria Netflix, horizontalizada. Ele roda o Fire OS, uma versão adaptada do Android, em um hardware basico.

Temos na loja boa parte dos aplicativos mais pedidos: os já citados Netflix e Amazon Prime, além de Youtube, Spotify, Deezer, Facebook, Twich, VLC e outros – ótimos para proporcionar uma experiência completa de media center. 

Suporte e Garantia

O Amazon Fire TV Stick Basic Edition é comercializado em caráter oficial pela Amazon no Brasil. Por isso, o consumidor tem facilidade em acessar serviços de suporte técnico em caso de problemas com o aparelho. A Amazon oferece garantia de um ano contra defeitos de fabricação e promove trocas de dispositivos defeituosos.

Preço

O preço do Amazon Fire TV Stick é de R$ 289 na loja oficial da Amazon. O aparelho é mais caro do que o concorrente Chromecast 2, que pode custar até R$ 100 a menos. Além disso, existem outros dongles mais baratos – de marcas menos populares e com ficha técnica mais simples.

Apesar disso, é importante ressaltar que o preço mais elevado garante diferenciais. O espaço para instalação de apps e armazenamento de vídeos, o controle remoto e a compatibilidade com o Amazon Prime Video são pontos positivos que devem ser levados em conta na hora da compra.

Vale a pena?

Sim, vale a pena. O Amazon Fire TV Stick é mais caro que o Chromecast 2, que é achado por uma média de R$ 250 em lojas grandes do varejo.

Por outro lado, ele é independente de celulares, funciona bem e conta com um controle remoto que é muitíssimo bem-vindo. Há seus contras, claro, mas que não devem ser impeditivo para a compra. No geral, o aparelhinho é recomendado, mesmo que R$ 289 seja um pouco salgado para um dongle.

Quer economizar de verdade ? Então nos acompanhe, se inscreva neste blog, curta a nossa página no Facebook @shoppingdeoferta. Fique por dentro primeiro de todas as novidades sobre Ofertas, Descontos e Promoções aqui no Shopping de Ofertas.

Se ficou com dúvidas sobre este conteúdo ou qualquer outro assunto entre em contato conosco. Nos envie uma mensagem que estaremos respondendo assim que possível. Obrigado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.